F1: Famin furioso com Ocon: “Haverá consequências”

Bruno Famin, chefe da equipe Alpine, expressou forte indignação com Esteban Ocon, seu piloto, após o francês se envolver em uma colisão com seu colega de equipe durante a primeira volta do Grande Prêmio de Mônaco de F1. Ocon foi considerado culpado pelo incidente e recebeu uma penalidade de cinco posições no grid para o Grande Prêmio do Canadá.

O confronto aconteceu quando Ocon tentou uma manobra arriscada no túnel de Monte Carlo, resultando em uma colisão com seu companheiro de equipe. A gravidade do incidente foi agravada pela incapacidade de Ocon de continuar na corrida devido aos danos causados ao seu carro.

Embora Ocon tenha sido punido com uma penalidade de dez segundos durante a corrida, sua negligência custou ainda mais, transformando essa penalidade em uma penalidade de cinco posições no grid para o próximo GP. Além disso, os danos causados à caixa de câmbio de Ocon significam que a equipe enfrentará desafios técnicos adicionais antes da próxima corrida.

Famin, visivelmente furioso, expressou sua indignação com a conduta de Ocon durante a corrida: “O ataque de Esteban foi completamente fora de linha. Não foi o que queríamos ver. Haverá consequências, vamos ter que tomar uma decisão difícil,” declarou Famin à Canal +. Famin não sugeriu qual seria essa decisão difícil e deixou em aberto para interpretação.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ todas as atividades do GP de Mônaco com o jornalista Rodrigo França.