F1: Verstappen utiliza último motor permitido este ano antes de penalização

Max Verstappen recebeu mais um novo motor da Red Bull Racing para o GP da Espanha. É o quarto na temporada 2024 da Fórmula 1 para ele, e portanto, a última troca permitida sem uma penalidade de grid.

Verstappen utilizará um novo propulsor no GP da Espanha, assim como Carlos Sainz e Pierre Gasly. Além disso, tanto Verstappen quanto o companheiro de equipe Sergio Perez receberam uma nova caixa de câmbio, assim como George Russell e Daniel Ricciardo.

No GP do Canadá, Verstappen também utilizou inicialmente com um novo motor, mas problemas técnicos no segundo treino livre obrigaram a Red Bull a voltar para a unidade de potência anterior. Enquanto a Honda investiga o que deu errado com o motor, Verstappen usará seu quarto propulsor do ano em Barcelona.

Ainda não se sabe se o motor utilizado no Canadá poderá ser usado novamente após reparos. No entanto, o holandês já atingiu o número máximo de motores permitidos para a temporada. Mais uma troca por uma unidade nova, pois motores já utilizados podem ser reutilizados, acarretaria em uma punição no grid de largada.

Essa decisão da Red Bull é arriscada, pois Verstappen corre o risco de largar atrás caso precise de mais um motor ao longo do ano. Resta saber se a nova unidade de potência se mostrará confiável e se a Honda conseguirá solucionar o problema no motor anterior.