F1: Bottas penalizado e termina no fundo do grid após colisão no GP do México

A equipe Alfa Romeo enfrentou um revés no GP da Cidade do México após um incidente envolvendo Valtteri Bottas e Lance Stroll nas voltas finais da corrida. Bottas, que havia começado em uma promissora nona posição, foi penalizado e reclassificado para o final do grid após um choque com o carro de Stroll da Aston Martin.

O incidente ocorreu quando Stroll realizou uma ultrapassagem bem-sucedida sobre Bottas, em conformidade com as diretrizes de conduta de pilotagem. No entanto, ao tentar voltar à linha de corrida, Bottas se chocou com o carro de Stroll, que já estava à sua frente. Após a análise dos comissários e a revisão das evidências, a FIA determinou que Bottas era “predominantemente culpado” pela colisão.

Como resultado, Bottas recebeu uma penalidade de cinco segundos e dois pontos de penalidade em sua superlicença, sendo estes seus primeiros pontos nos últimos 12 meses. A penalidade resultou na troca de posições entre Bottas e seu companheiro de equipe Zhou Guanyu, com ambos os pilotos da Alfa Romeo terminando nas últimas posições entre os corredores classificados.

O GP da Cidade do México acabou sendo o pior resultado de Bottas desde o Grande Prêmio da Holanda, marcando um desfecho decepcionante para o finlandês que tinha expectativas mais altas para a corrida. A equipe Alfa Romeo agora se concentra em se recuperar e preparar para as próximas etapas, na esperança de alcançar melhores resultados e evitar incidentes semelhantes no futuro.