F1: Bearman foca no presente e não quer pensar sobre 2025

Oliver Bearman, piloto britânico de apenas 19 anos e júnior da Ferrari, tenta se blindar dos rumores sobre seu futuro na Fórmula 1. Cotado para uma vaga na Haas em 2025, o jovem piloto prefere focar no presente e seu desenvolvimento, ainda correndo na F2 este ano.

Bearman já participou de um treino livre pela Ferrari no início da temporada, impressionando a equipe italiana. Na sequência, estreou em um carro da Haas em Ímola, também em treino livre. Agora, na Espanha, terá nova chance de pilotar um monoposto da categoria máxima do automobilismo também no TL1, isso tudo além de sua estreia correndo na Arábia Saudita.

Apesar das especulações, Bearman nega ter assinado qualquer contrato para a próxima temporada. “São apenas rumores e especulações, sem nenhum fundamento”, disse ele. “Tento me concentrar no que posso fazer dentro do carro e me afastar desse tipo de conversa. Para mim, não é saudável.”

O piloto destaca a importância de manter o bom desempenho. “Meu objetivo é continuar pilotando bem. Fiquei feliz com meu treino em Ímola e quero repetir isso. Sobre o futuro, não tenho nada definido”, acrescentou.

A chance de estrear na F1 no GP da Arábia Saudita deste ano, substituindo o espanhol Carlos Sainz na Ferrari, e terminando a corrida pontuando em P7, depois de participar apenas do TL3 e da sessão de classificação, catapultou Bearman para o centro das atenções.

“Meu perfil nas redes sociais cresceu exponencialmente desde a corrida em Jeddah”, afirmou. “Foi um grande passo para que as pessoas me conhecessem. Na Austrália, por exemplo, muitos fãs me reconheceram, o que é uma sensação ótima. Ainda não estou na F1, mas em termos de popularidade e apoio da torcida, já estou quase lá. É muito bom ter esse reconhecimento de todos”, finalizou Bearman.