F1
|
10 de julho de 2024 18:20

F1: Aston Martin tenta contratar Adrian Newey, diz Julianne Cerasoli

A equipe Aston Martin está determinada a fortalecer ainda mais seu time técnico e, para isso, está investindo pesado na contratação de grandes nomes da Fórmula 1. Segundo a jornalista Julianne Cerasoli, em sua coluna no UOL Esportes, o próximo alvo da equipe britânica é ninguém menos que Adrian Newey, considerado o maior projetista da história da categoria.

Recentemente, a Aston Martin anunciou a contratação de Enrico Cardile, ex-diretor técnico de chassi da Ferrari, e de Andy Cowell, peça fundamental no sucesso dos motores Mercedes na última década. No entanto, a equipe comandada por Lawrence Stroll não pretende parar por aí e busca agora atrair Newey, que estará disponível no mercado no segundo trimestre de 2025.

Newey, que anunciou sua saída da Red Bull no início de maio, só poderá revelar seu futuro em setembro, de acordo com os termos de seu acordo de saída. Até o momento, ele tem preferido descansar e ainda não decidiu qual será seu próximo passo. “De qualquer maneira, é difícil imaginar que ele queira algo muito diferente do que tinha na Red Bull: a possibilidade de colaborar de maneira livre, sem estar presente na fábrica o tempo todo, e a liberdade de atuar em projetos de supercarros”, explicou Cerasoli.

A Aston Martin pode oferecer essas condições, assim como a Ferrari, que inicialmente parecia ser um possível destino para Newey. No entanto, rumores indicam que a Scuderia teria perdido o interesse em contratá-lo, o que abriu espaço para que Stroll intensificasse os esforços para trazer o renomado projetista para sua equipe.

Newey já visitou as instalações da Aston Martin, onde conferiu o progresso das reformas que incluem um túnel de vento avançado, similar ao da McLaren, e novos prédios quase finalizados. A equipe britânica se tornará a equipe de fábrica da Honda em 2026, um passo importante para quem almeja brigar por títulos em uma era onde os motores farão diferença.

O papel de Newey na Aston Martin seria supervisionar o projeto como um todo, identificando oportunidades dentro do regulamento, similar ao que fazia na Red Bull. A equipe espera que a presença de Newey, junto com outros grandes nomes recém-contratados, fortaleça ainda mais sua estrutura e aumente suas chances de sucesso na Fórmula 1.

Quanto à Red Bull, a saída de Newey coincide com um período de crescimento de seus rivais e dificuldades da equipe em manter seu domínio. No entanto, como Cerasoli aponta, essa queda de desempenho pode ser atribuída a fatores como as limitações de desenvolvimento aerodinâmico impostas pela FIA e as punições decorrentes do estouro do teto orçamentário.

Ainda assim, a presença de Newey na Red Bull foi crucial para o sucesso inicial da equipe com o novo regulamento, e sua perda certamente é sentida. A Aston Martin espera que, com sua contratação, possa seguir um caminho de crescimento e sucesso semelhante.

This website is unofficial and is not associated in any way with the Formula 1 companies. F1, FORMULA ONE, FORMULA 1, FIA FORMULA ONE WORLD CHAMPIONSHIP, GRAND PRIX and related marks are trade marks of Formula One Licensing B.V.