F1: Alpine surpresa com forte ritmo apresentado neste sábado

A Alpine continuou surpreendendo neste sábado, mostrando um bom ritmo na sessão de classificação para o GP da Espanha de Fórmula 1, conseguindo colocar os dois carros no Q3, com Pierre Gasly terminando em P7 e Esteban Ocon em P9.

Bruno Famin, chefe da equipe: “Este é o nosso melhor resultado e o desempenho mais significativo na temporada até agora, onde ambos os carros chegaram ao Q3. Dito isto, o sábado não conta para quaisquer pontos e agora é muito importante que continuemos o nosso trabalho árduo, e estejamos em condições de garantir um bom resultado da equipe com ambos os carros nos pontos na corrida de amanhã. Somos competitivos em relação aos nossos rivais, algo que devemos compreender melhor, e ver o que mais podemos fazer para garantir que esta tendência continue. As condições climáticas podem ser diferentes amanhã e estaremos prontos para qualquer cenário para garantir um resultado importante para o nosso campeonato”, concluiu.

Ocon: “Este é um bom resultado com ambos os carros no Q3 pela primeira vez nesta temporada. É algo que realmente não prevíamos acontecer no fim de semana e é um pouco inesperado, já que não trouxemos nenhuma atualização para este evento. O carro foi competitivo e teve um bom desempenho logo nos treinos livres na sexta-feira e isso continuou hoje. Tivemos um TL3 desafiador em condições quentes, mas acho que a cobertura de nuvens ajudou durante a sessão de classificação. Precisamos analisar e entender porque somos rápidos aqui, nestas condições nessa pista em particular. Espero que possamos pelo menos manter a posição amanhã e manter os outros carros atrás de nós e lutar por pontos. Será uma corrida longa e esta pista é particularmente difícil para os pneus, por isso também haverá alguma degradação a enfrentar na corrida”, acrescentou.

Gasly: “É um resultado de equipe positivo hoje, com ambos os carros no Q3 pela primeira vez nesta temporada. Sabíamos ontem durante os treinos livres que havia alguns bons sinais, mas fomos um pouco cautelosos, pois não conhecíamos totalmente o desempenho dos outros. Agora, com o sétimo lugar, confirmamos que éramos competitivos e ficamos a apenas um décimo e meio dos três primeiros. Tivemos momentos difíceis este ano, com os quais aprendemos e continuaremos a aprender, e é igualmente importante para nós, compreender porque tivemos um aumento no nível de desempenho hoje. O carro estava bom, senti que maximizamos tudo e sempre há coisas que podemos melhorar. Amanhã será uma corrida desafiadora e parece que as condições climáticas poderão ser diferentes novamente. Nos colocamos em uma excelente posição para garantir um bom resultado para a equipe”, encerrou o piloto francês.