F1: AlphaTauri vive misto de sentimentos com performance em São Paulo

A AlphaTauri viveu uma montanha-russa de emoções com seus pilotos durante a corrida do GP de São Paulo neste domingo (5). Enquanto Yuki Tsunoda brigava na zona de pontuação, Daniel Ricciardo precisava se recuperar após ter sua asa traseira atingida pelo pneu da Haas de Kevin Magnussen.

“Bom trabalho para a equipe! Estou feliz por marcar pontos, mas definitivamente poderia ter feito mais”, disse Tsunoda. “Cometi um erro na curva 10, que me fez perder uma posição, então sinto muito pela equipe. Acho que era possível fazer mais, especialmente porque estávamos gerenciando alguns problemas de confiabilidade que iremos analisar.”

Já Daniel Ricciardo lamentou sua situação na prova: “Foi uma largada complicada. Eu vi um grande acidente na minha frente e havia muitos destroços. Eu senti que estava superando, mas a certa altura vi um pneu voando no ar, como um frisbee, que começava a se aproximar.”

“Verifiquei meus retrovisores e vi que o pneu havia atingido e danificado minha asa traseira”, continuou o australiano. “Devido à bandeira vermelha, voltamos aos boxes, onde a equipe fez um ótimo trabalho no reparo do carro para estar pronta para reiniciar a corrida. Infelizmente, me disseram que Oscar (Piastri) e eu estaríamos uma volta atrás e teríamos que reiniciar no pitlane.”

Ricciardo finalizou a corrida em 13º, enquanto Tsunoda foi o nono colocado, garantindo dois pontos para a equipe na etapa do Brasil.